Feeds:
Posts
Comentários

Archive for dezembro \27\UTC 2012

Ir na Igreja = Ser igreja

Ir na Igreja = Ser igreja

“Não há salvação fora da Igreja!”

Essa é uma frase dita pelos primeiros cristãos, que inclusive em dos primeiros credos insistiam em dizer “Creio na Santa Igreja”, como vemos documentada em pais da Igreja, como Agostinho (430), Justino (165), Irineu (200), e confirmada também por reformadores, como Calvino e Lutero, e em credos e confissões de fé protestantes.

Alguns, de forma equivocada (como em pessoas onde reconhecemos amor e obediência a Deus, e fé irrestrita na Palavra de Deus), ou de forma maldosa mesmo (como vemos certos falsos profetas, barbudos ou não, pela internet) têm dito que quando nós reproduzimos que não há salvação fora da Igreja Cristã que nos referimos a denominações religiosas e templos.

Uma simples pesquisa sobre a história da Igreja Cristã já desmistifica essa alegação. Se os protestantes fossem mesmo a favor de que somente em instituições humanas e templos que somos salvos, não teríamos saído da Igreja Católica. Isso não faz mesmo o menor sentido.

(mais…)

Anúncios

Read Full Post »

Os "ungidos" da mídia gospel estão mais para a ficção do que para o cristianismo.

Os “ungidos” da mídia gospel estão mais para a ficção do que para o cristianismo.

Muitos ensinam e acreditam que a unção é uma espécie de “poder Jedi”, uma “força mística”, ou “magia especial” que faz quem possui essa tal de “unção” alguém mais poderoso e especial que os demais.

Nas escrituras, unção significa nada mais que “consagração”. A palavra Cristo significa ungido e, lógicamente, “cristão” também significa a mesma coisa, ou seja, consagrado a Deus. Sendo assim, em Cristo todos os eleitos são ungidos e em nada são mais especiais ou “poderosos” que os outros, mas antes reconhecem que todo o poder pertence a Deus, que nos ensina todas as coisas através das Escrituras, porque nos elegeu e nos ungiu para Ele, sem precisarmos de nenhum outro Ungido a não ser Cristo para nos relacionarmos com Ele.

“Estas coisas vos escrevo a respeito daqueles que vos querem enganar. E quanto a vós, a unção que dele recebestes fica em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a sua unção vos ensina a respeito de todas as coisas, e é verdadeira, e não é mentira, como vos ensinou ela, assim nele permanecei.”
– 1 João 2:26,27

Read Full Post »

Uma linda canção luterana que nos leva a refletir sobre a evangelização. Não posso me furtar de pensar nos neopentecostais, que sofrem em madrugadas insones em vigílias e choros, buscando esperança em programas de TV e de rádio que ensinam mentiras, extorquem dinheiro e lhes roubam a esperança em nome de uma fé que mais tarde se revelará falsa e mentirosa. Vamos deixá-los na angústia e no sofrimento do engano neopentecostal? Vamos omitir a Luz de Jesus dessas vidas? Pois é, eu também não..

“Perdido na noite, o pecador fica ainda a definhar,
Pensando na manhã que vencerá a escuridão,
Um suspiro melancólico cheio de angústia:
O Cristo está chegando! Cristo está vindo em breve!

Brilha a Luz sobre a terra de todos os pecadores;
Rios de vida através destes desertos estão fluindo,
Milhões ainda almejar o Salvador redentor.
Cristo está vindo em breve! Cristo está vindo em breve!

Eles (os perdidos) em vão aguardarão o dia de amanhã?
Vamos esconder a Luz e negar o conforto?
Não daremos ouvidos aos seus lamentos de tristeza?
Ó, não virá logo o dia? Não virá logo o dia?

Não virá logo o dia? Não virá logo o dia?
Ele está chegando. Ele está chegando.”

Read Full Post »

Papa e Fatima21. A INTERCESSÃO ATRIBUÍDA AOS CHAMADOS SANTOS, NO ROMANISMO, NÃO SE FUNDAMENTA NO ENSINO DA ESCRITURA, E CONTRADIZ A SINGULAR MEDIAÇÃO DE CRISTO, ALIÁS MARGINALIZADA, SE NÃO ANULADA

No que tange aos santos que, mortos na carne, vivem em Cristo, se lhes atribuímos alguma oração, não sonhemos com isso que eles mesmos tenham outro caminho de rogar a Deus senão Cristo, que é o único caminho [Jo 4.16]; tampouco que suas preces sejam aceitáveis a Deus em outro nome. E assim, uma vez que a Escritura volve nossa mente unicamente para Cristo, e já que o Pai celestial quer nele convergir todas as coisas [Ef 1.10; Cl 1.20], foi da máxima obtusidade, para não dizer da máxima insânia querer assim engendrar-nos acesso por meio deles para que fôssemos afastados para longe daquele à parte de quem nem a eles próprios se lhes patenteia qualquer entrada. Não obstante, quem haja de negar que isto foi feito por alguns séculos e que hoje é feito onde quer que floresça o papismo? (mais…)

Read Full Post »

 
Extraído de: O Tempora! O Mores!
 
 
Em sua recente entrevista à revista VEJA, Rob Bell usou a declaração bíblica “Deus é amor” como argumento para embasar sua expectativa de que ao final todos os seres humanos serão salvos.

Não quero aqui repetir as observações que fiz à tal entrevista em post anterior. Vou me concentrar apenas numa análise crítica do uso desta frase “Deus é amor” por Rob Bell e seus seguidores.

Vou começar lembrando que antes de Rob Bell outros já usaram esta expressão bíblica (1Jo 4.8 e 16) para defender ideias estranhas. Cito particularmente os defensores do teísmo aberto ou da teologia relacional. Para eles, o atributo mais importante de Deus é o amor. Todos os demais estão subordinados a este. Richard Rice, um proponente do teísmo aberto, em seu artigo “Biblical Support for a New Perspective” [“Base Bíblia para uma Nova Perspectiva”] publicado num livro de teístas abertos cita um leque eclético de neo-ortodoxos e liberais, tais como Heschel, Barth, Brunner, Kasper e Pannenberg para apoiá-lo na afirmação que o amor “é mais importante que todos os outros atributos de Deus”, até mesmo “mais fundamental… O amor é a essência da realidade divina, a fonte básica da qual se originam todos os atributos de Deus.” 

Com base neste conceito da predominância do amor, eles negam que Deus conheça o futuro, pois seu amor o impede de limitar a liberdade de suas criaturas de qualquer modo ou maneira. Deus é amor, e isto significa que ele é sensível para com suas criaturas e que constrói o futuro junto com as decisões delas. O futuro, portanto, é sempre aberto e indeterminado. Nem Deus o conhece, pois em nome do amor abriu mão da sua onisciência. (mais…)

Read Full Post »

VIDA CRISTÃ REAL E VIRTUAL: QUAL É SEU VERDADEIRO STATUS DE RELACIONAMENTO COM CRISTO?

 

“Todos os outros homens são especialistas, mas a especialidade deles é a onisciência.”  Arthur Conan Doyle

 

Parece que no mundo ideal e perfeito do facebook todos são especialistas em tudo. Depois de uma pesquisinha básica no Google podemos discutir qualquer assunto, de guerra no Oriente Médio à robótica espacial, futebol, teologia, filosofia, direito, medicina e culinária. Somos especialistas em generalidades e profundos conhecedores de amenidades e superfícies. Às vezes isso torna o nosso mundinho mais chato ou mais legal, depende de nosso humor bipolar e o quanto somos bons em pesquisar na web. Todos nós na rede buscamos construir um perfil popular e legal, mas até que ponto isso é fruto do nosso coração corrupto e enganoso? Até que ponto podemos ter a consciência de um uso equilibrado e prudente como cristãos? Acho que são perguntas válidas (e complexas!). Muita calma nessa hora, aqui é só uma introdução ao assunto (complexo! rs). (mais…)

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: