Feeds:
Posts
Comentários

Archive for outubro \31\UTC 2012

No dia da Reforma Protestante relembramos aqui de um marco da trajetória de Lutero.

(mais…)

Anúncios

Read Full Post »

Pai Nosso


Introdução – 
Pai nosso que estás nos céus.

Que significa isto? 

Deus quer atrair-nos com estas palavras para crermos que ele é nosso Pai de verdade e nós somos seus filhos e filhas de verdade. Portanto, podemos pedir a ele sem medo e com toda a confiança, como filhos queridos ao seu querido pai.

Primeiro Pedido – Santificado seja o teu nome.

Que significa isto? 

O nome de Deus é santo por si mesmo. Mas pedimos nesta oração que ele seja santificado também entre nós.

Como acontece isto?

Quando a palavra de Deus é ensinada de forma clara e pura, e nós, como filhos e filhas de Deus, também vivemos uma vida santa de acordo com ela. Ajuda-nos para que isto aconteça, querido Pai no céu. A pessoa, porém, que ensina e vive de modo diferente do que ensina a palavra de Deus, desonra o nome de Deus entre nós. Guarda-nos disso, Pai celeste.

Segundo Pedido – Venha o teu reino.

Que significa isto? 

O reino de Deus vem por si mesmo, sem a nossa oração. Mas pedimos nesta oração que ele venha também a nós.

Como acontece isto? 

Quando o Pai celeste nos dá o seu Espírito Santo para crermos, por sua graça, em sua santa palavra e vivermos em comunhão com Deus neste mundo e na eternidade.

Terceiro Pedido – Seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu.

Que significa isto? 

A boa e misericordiosa vontade de Deus é feita sem a nossa oração. Mas pedimos nesta oração que ela seja feita também entre nós.

Como acontece isto? 

Quando Deus desfaz e impede todo mau plano e vontade que não querem nos deixar santificar o nome de Deus e não querem que seu reino venha. Vontades assim são a do diabo, do mundo e de nós mesmos. E, por outro lado, isto acontece quando Deus nos fortalece e mantém firmemente na sua palavra e na fé, até o fim. Esta é a sua vontade boa e misericordiosa.

Quarto Pedido – O pão nosso de cada dia nos dá hoje.

Que significa isto? 

Deus dá o pão de cada dia, também sem o nosso pedido, a todas as pessoas, inclusive às pessoas más. Mas pedimos nesta oração que ele nos faça reconhecer isso e receber com gratidão o pão nosso de cada dia.

O que significa pão de cada dia? 

Tudo que se refere ao sustento e às necessidades da vida, como por exemplo: comida, bebida, roupa, calçado, casa, lar, meio de vida, dinheiro e bens, marido e esposa íntegros, filhos íntegros, empregados íntegros, patrões íntegros e fiéis, bom governo, bom tempo, paz, saúde, disciplina, honra, amigos leais, bons vizinhos e coisas semelhantes.

Quinto Pedido – E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós também perdoamos aos nossos devedores.

Que significa isto? 

Pedimos nesta oração que o Pai no céu não leve em conta os nossos pecados nem por causa deles recuse os nossos pedidos. Pois não somos dignos das coisas que pedimos nem as merecemos. Pedimos que Deus nos conceda tudo por graça, já que diariamente pecamos muito e nada merecemos a não ser castigo. Da mesma forma queremos nós perdoar de coração e de boa vontade e fazer o bem aos que pecam contra nós.

Sexto Pedido – E não nos deixes cair em tentação.

Que significa isto? 

Deus não tenta ninguém. Mas pedimos nesta oração que ele nos proteja e guarde, para que não sejamos enganados pelo diabo, pelo mundo e por nós mesmos nem sejamos levados a crenças falsas, desespero e outra grande vergonha ou vício. E pedimos que, mesmo sendo tentados, vençamos no final e mantenhamos a vitória.

Sétimo Pedido – Mas livra-nos do mal.

Que significa isto? 

Pedimos nesta oração, em resumo, que o Pai no céu nos livre de todos os males que afetam o corpo e a alma, os bens e a honra. E pedimos que, na hora de nossa morte, ele nos dê um fim bem-aventurado e nos leve por graça deste mundo para junto de si no céu.

Conclusão – Pois, teu é o reino, o poder e a glória, para sempre. Amém.

Que significa amém? 

Devemos ter certeza de que estes pedidos agradam ao Pai no céu e de que ele os atende. Pois ele mesmo nos mandou orar assim e prometeu atender-nos. Amém, amém, isto significa: sim, assim seja!

Extraído de: Barrabás Livre
Originalmente postado em: Monergismo.com

 

Read Full Post »

Às vezes tenho impressão que certos grupos evangélicos querem demonizar por demonizar a Rede Globo e seus produtos, em especial novelas de sucesso. Não que a Globo seja santa, mas a grande popularidade de sua teledramaturgia e o dinheiro que gira em torno, não são simplesmente resultados de alienação. A novela que fez o Brasil parar é tão artística quanto o cinema e nossos seriados preferidos.

Ora, quem já assistiu todos os filmes de alguns seriados americanos ou não perde nenhuma sequência de uma trilogia, não pode ficar demonizando novelas, pois os mesmos elementos de suspenses, sonoplastia profissional para aumentar a tensão, personagens improváveis, críticas sociais para o bem ou para o mal, segredos e pistas intrigantes, enredos com suspense até o último capítulo estão presentes. Enfim, tramas com inveja, ambição, paixões, senso de justiça e vingança. Além da direção de arte profissional, os produtos bilionários da Globo são oferecidos em horários nobres, havendo recepção do sinal da TV aberta para todo território nacional e transmissão internacional, e também a interatividade da Internet que aumenta a repercussão, seja com comentários, críticas e sátiras. Resultado? Recorde de audiência. (mais…)

Read Full Post »

Às vezes esquecemos o básico e queremos resolver equações mais complicadas

Fazer grandes coisas por meios imperceptíveis, eis a lei de Deus.

Merle D’Albigné

 

Uma nova Reforma acontecerá não com um Martinho Lutero ou um grande líder mundial carismático mas com milhares de cristãos simples com o espírito cooperador de Lutero. Deus deseja verdadeiros colaboradores. Lutero, Calvino, Knox, Edwards, Spurgeon e outros tiveram sua valiosa importância para Deus e para o mundo como grandes líderes cristãos, mas um servo de Cristo não trabalha primordialmente  para se destacar como um grande líder reformador, apenas faz seu trabalho com a motivação correta de glorificar a Deus, como os reformadores fizeram, se Deus em sua graça quiser exaltar um dos seus servos, isso pertence só a Sua soberana vontade. Os grandes reformadores não trabalharam para tornarem-se grandes por si, mas tão somente viveram de acordo com a vontade de Deus, através do sacrifício, da fé, da humildade, da disciplina e motivação correta, daí puderam ser úteis para Deus no mundo, e seus frutos permanecem.

Neste exato momento o Espírito Santo está se movendo sobre todas as nações e levantando um novo exército de pessoas comuns, de simples discípulos, de obreiros normais, de somente servos. Milhares de homens e mulheres, apenas simples seguidores de Cristo levaram, levam e levarão a Palavra de Salvação para pessoas em todos os lugares. Como ouvirão se não há quem pregue?  Aqueles que levam a mensagem da Cruz de modo humilde e anônimo têm o poder de levar a Palavra do Salvador onde ninguém levou. O Senhor quer trabalhadores comuns que façam sua parte sem desejar destacarem-se por isso, mas que tão-somente cumpram sua tarefa, missão e chamado. Deus pode fazer nascer uma comunidade cristã em um dia ou em uma semana ou um mês, o que normalmente levaria um ano aos olhos de incrédulos. Deus levanta pessoas improváveis em lugares improváveis para chamar seus eleitos e reunir sua amada Igreja. O Senhor não despreza os mais desprezíveis e insignificantes servos do seu povo. Ele trabalha com pequenos átomos para revolucionar comunidades inteiras. É preciso clamar a Deus por sua visão, sem a qual não haverá ânimo verdadeiro.

É normal para o mundo pensar em termos de status e títulos, o mundo busca reconhecimento e destaque. E isso tem influenciado muitos cristãos. A busca pelo reconhecimento é uma armadilha sedutora. Ouça: Deus ama o menor e mais simples discípulo, Ele não vê superficialmente, mas vê o coração e visita com alegria os quebrantados. Não há necessidade maior do que ser um simples servo de Cristo para Deus. O Pai deseja um relacionamento de verdade com seus filhos, nada mais. Não coloque seu orgulho, auto-suficiência e tradição entre seu relacionamento real com Deus. Cristo quer servos integralmente, sem hipocrisias e sem reservas. Lembrando que nossa capacidade vem de Deus. — Não que sejamos capazes, por nós, de pensar alguma coisa, como de nós mesmos; mas a nossa capacidade vem de Deus. 2 Coríntios 3:5.

Faça o que poucos fazem: o básico; o fundamental. Quanto mais um servo de Cristo quer ser útil, mais ele descobre como é difícil ser simples. É fácil desviar-se do caminho com muitas luzes ofuscando a visão. Mas ninguém pode impedir você de seguir seu chamado, nem legiões de demônios ou homens. Junte-se ao exército de servos anônimos e morra como um desconhecido indigente para o mundo, se necessário, mas não busque glórias humanas. Busque em primeiro lugar a aprovação dAquele que vê em secreto. Busque servir a Deus em lealdade, com diligência, amor, abnegação e finalidade. Isto é o mais simples e difícil.

Tenha fidelidade ao seu chamado e à verdade. Aceite com humildade e alegria o lugar determinado por Deus, quer este lugar seja de destaque ou não. Sirva sem murmuração, mas com alegria de coração. O Senhor deu dons a indivíduos de carne e osso para que sirvam, para que multipliquem, frutifiquem. Não se torne negligente, mau e infiel. Os campos estão prontos para a colheita, é preciso visão para enxergar e vocação para ouvir e obedecer. — Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando. João 15:14.

Que Deus capacite você a usar sua vocação para glória dEle.

“Deus está procurando pavios para queimar. O óleo e o fogo são gratuitos”. (Hudson Taylor, missionário inglês na China).

Raniere Menezes

Read Full Post »

A Reforma da Igreja Cristã começou em 1517, com o frei Martinho Lutero afixando 95 teses na porta da Catedral de Wittenberg, na Alemanha, certo? Errado.

Antes de Lutero, vários movimentos tentaram mudar a Igreja Católica Ocidental e traduzir a Bíblia para que o povo tivesse acesso à Palavra de Deus e pudesse seguir a Deus diretamente, à maneira direta de Cristo, sem interferências de terceiros. Um deles foi John Huss, um padre da região da Boêmia que queria que a Igreja voltasse aos moldes bíblicos de maneira geral e não só de maneira fragmentada, como era na época. Esse padre foi perseguido por esse amor a Deus e ao próximo, para que o próximo adorasse a Deus diretamente, e foi morto por esse amor.

Em um texto de John Piper, compilado por um blog na internet, lemos o seguinte: O teólogo britânico, R. C. Sproul faz uma curiosa observação. Cem anos antes da ordenação de Lutero, o reformador da Boêmia, Jan Hus havia sido condenado à fogueira pelo famigerado Concílio de Constança (1415), sob a sentença de “pecado de heresia”. Hus teria dito ao bispo que ordenou a sua execução: “Você pode cozinhar este ganso, mas há de vir um cisne que não será silenciado”. Não era apenas um vaticínio, era um jogo de palavras. Seu nome, Hus, significa ganso na língua Tcheca.

Ao ser ordenado na capela agostiniana em Efurt, Lutero foi deitado com seus braços esticados na forma de cruz na base do altar da capela. Curiosamente, o lugar exato onde Lutero estava deitado, havia uma inscrição no piso de pedra que indica que abaixo do lugar estava sepultado o bispo que ordenara a execução de Jan Hus. Sproul confessa: “É uma grande tentação revisar a História e atribuir ao bispo uma resposta apropriada às palavras de Hus que um cisne surgiria. Gosto de pensar que o bispo respondeu: “Sobre meu cadáver!” De fato, foi sobre seu cadáver que o cisne foi ordenado”. (Fonte: Só Pra constar)

Deus não se surpreende, nem se sente impotente diante de nada. Que tal celebrarmos esse Deus que fez essa obra por nós?

Read Full Post »

Briguinhas aqui, fogueiras ali, mas a amizade prevalece.. =D

Estrelando: Calvinão

Convidados especiais: Armínius e Servetus

Read Full Post »

]

Em nossas páginas no Facebook, às vezes nos deparamos com acusações, geralmente de quem admira o ex-cristão protestante Caio Fabio, ou gosta de outras “sub-celebridades” neo-ortodoxas e liberais, como Frank Viola, Brian MacLaren, e outros, com suas teorias de conspiração de que a Bíblia foi inventada por um homem, o imperador Constantino, por questões políticas, ou para “estragar os prazeres” das pessoas do século XXI (pensava longe esse cara, hein.. NOT) com uma compilação de livros, que provavelmente tais adeptos dessas teorias de conspiração envolvendo Constantino não leram inteira, ou têm uma má vontade danada de a interpretar corretamente, arrancando versos de seus contextos e deturpando seus significados, para tentar forçar a idéia de que a Bíblia não presta e seu ídolo de internet tem mais razão que a Bíblia.

Será que a Bíblia é fruto mesmo de uma conspiração que quem tem a mínima de vontade de estudar a história dessa época sabe que não faz o menor sentido? Ou será que a Bíblia é uma compilação de livros que foram inspirados pelo Espírito Santo e sobrenaturalmente acreditados pela Igreja através dos séculos?

Este vídeo acima nos ajuda a compreender melhor essa questão, com uma palestra dada pelo pastor luterano Rudi Zimmer, que trabalha nas comissões de tradução da Bíblia para o português da Sociedade Bíblica do Brasil.

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: